FAPESP e Instituto de Estudos de Saúde Suplementar lançam chamada

A FAPESP e o Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS) anunciam chamada pública de propostas para apoiar pesquisa acadêmica em “Sustentabilidade do Setor de Saúde Suplementar”. É a primeira chamada no âmbito do acordo de cooperação entre a FAPESP e o IESS.

A saúde suplementar é uma importante parte do setor de saúde brasileiro e enfrenta atualmente diversos desafios que colocam um gargalo na sustentabilidade do setor.

Dentre os principais, pode-se citar o envelhecimento da população brasileira, uma vez que o setor de saúde suplementar tende a sentir os efeitos do envelhecimento de forma mais rápida, já que a estrutura etária dos beneficiários de planos de saúde é mais envelhecida que a da população como um todo. Pode-se também citar a incorporação de tecnologias que, apesar de inexoráveis, nem sempre são mais efetivas que as anteriores no setor de saúde.

Diferentes abordagens podem ser utilizadas para desenvolver os temas relacionados à sustentabilidade do setor de saúde suplementar. FAPESP e IESS esperam que as abordagens sejam inovadoras e relevantes para o setor e que propiciem o vislumbre de soluções e ensejem novas discussões sobre o futuro sustentável do setor.

Espera-se que as propostas de pesquisa enderecem um ou mais dos seguintes três vetores de pesquisa: Economia, Direito e Saúde.

As propostas devem ser apresentadas por pesquisadores de instituições de ensino superior e de pesquisa no Estado de São Paulo, públicas ou privadas, sem fins lucrativos. Os proponentes deverão atender às condições e restrições do Programa FAPESP de Apoio à Pesquisa em Parceria para Inovação Tecnológica (PITE) da FAPESP.

IESS e FAPESP destinarão o total de R$ 1 milhão para apoiar as propostas selecionadas, que poderão ter até dois anos de duração.

As propostas serão recebidas até o dia 4 de setembro de 2015.

Mais informações: www.fapesp.br/9501.

Fonte: Agência Fapesp, 22/06/2015

Data Publicação: 03-07-2015